Hora certa:
 

Artigos

A infâmia na microcefalia

Beny Schmidt

Nesse final de ano, a imprensa e o governo fizeram um estardalhaço e causaram neurose nas grávidas de todo o país com a notificação daquilo que chamou de uma epidemia de microcefalia. O já totalmente desacreditado e infame Serviço Unificado de Saúde (SUS) foi, entre outras coisas, acusado de distribuir vacinas vencidas contra rubéola à população.

A hipocrisia está no fato de que nenhum neuropediatra, neonatologista e, sobretudo, nenhum neuropatologista foram chamados para falar sobre o assunto. Aliás, a primeira pessoa a tecer comentários sobre esta má formação cerebral deveria ser justamente um neuropatologista.

Com todo respeito aos especialistas em moléstias infecciosas, é preciso ter o mínimo de bom senso para ouvir os profissionais que realmente conhecem a patologia. Um dos principais e verdadeiros compromissos do governo com a sociedade brasileira seria o de aproveitar esse sensacionalismo e ensinar ao povo a importância de se evitar os casamentos consanguíneos, que, infelizmente, são absurdamente frequentes no Brasil e que são a real etiologia das más formações e doenças hereditárias no nosso país.
 
Beny Schmidt é chefe e fundador do Laboratório de Patologia Neuromuscular e professor-adjunto de Patologia Cirúrgica da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). 

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.234.245.125 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)