Hora certa:
 

  • Jornal SBC

Artigos

A Homeopatia pode prevenir, tratar ou curar a gripe a H1N1?

Dr. Yechiel Moises Chencinski
Temos o hábito de buscar as saídas mais simples e mais fáceis, mesmo sabendo que elas não nos levam ao resultado pretendido, nem de forma definitiva, nem de maneira suave e muito menos sem causar efeitos colaterais indesejados. Isso vale, por exemplo, para as fórmulas de emagrecimento e para os tratamentos mirabolantes para aumentar a imunidade. A mais nova colaboração para essa situação é o aparecimento da gripe A H1N1.
A gripe A H1N1 é resultado de uma mutação viral que provoca uma síndrome gripal, mais contagiosa do que a gripe sazonal (gripe comum), porém tão ou menos grave do que essa. Sua evolução ainda é desconhecida, especialmente por se tratar de um vírus novo.
Ainda não há vacina contra ela e a vacina de gripe não nos protege contra a doença. Em processo de desenvolvimento no Instituto Butantã, a vacina estará disponível apenas entre dezembro de 2009 (importadas) e abril de 2010 (nacionais). E mais, o medicamento oseltamivir não oferece nenhuma prevenção contra a doença. 
Da mesma forma, não existe remédio homeopático que previna contra a gripe A H1N1. Pelo menos, até o momento, não há nenhum trabalho científico válido e comprovado que mostre isso. Além disso, é importante lembrar que a homeopatia não trata doenças. Ela trata indivíduos, únicos, que reagem de formas próprias, com características particulares e peculiares. Uma pessoa tratada pela homeopatia tem condições de reagir melhor a estímulos que causem doenças, enquanto o quadro existe, e a se curar melhor, quando isso for possível. 
Bastou um pouco de alarme e uma doença não tão conhecida, que pegou a população mundial de surpresa (apesar de já ser esperada pela comunidade científica), para que novas possibilidades terapêuticas aparecessem. Lembrando que, independentemente do tipo de tratamento utilizado, ainda não há vacina, nem medicamento que livre 100% da população das complicações. 
Nenhum medicamento homeopático protege especificamente contra a gripe A. O influenzinum, vendido nas melhores farmácias homeopáticas, que é um dos medicamentos mágicos divulgados pela mídia, tem como base o vírus influenza da gripe asiática (H2N2). Dessa forma, ele não é um medicamento específico para essa pandemia. Isso vale para outros preparados ditos preventivos (oscilococcinum e colibacilinum), que seriam utilizados para aumentar a imunidade.
Mas isso não quer dizer que a homeopatia não é indicada para esses casos e que não há benefícios com o tratamento homeopático. A homeopatia criteriosa e ética tem condições e é eficaz no tratamento de pacientes com quadro de gripe A H1N1, assim como em qualquer tipo de patologia. Por isso, não se pode atribuir à ela a característica de resolver tudo, porque isso não acontece. A homeopatia tem suas limitações, assim como a alopatia, a acupuntura e a medicina. 
 
Dr.Yechiel Moises Chencinski é formado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e especialista em pediatria pela Santa Casa de São Paulo e em homeopatia pelo Centro de Estudos, Pesquisa e Aperfeiçoamento em Homeopatia (CEPAH). Também é autor dos livros “Homeopatia mais simples do que parece” e "Gerar e Nascer - um canto de amor e aconchego".
 
 

SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 18.232.55.175 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)