Hora certa:
 

  • Jornal SBC

Atualidades

ENTREVISTA: HEMATOLOGISTA DO HOSPITAL BANDEIRANTES ESCLARECE TODAS AS DÚVIDAS SOBRE O LINFOMA

A Ministra da Casa Civil Dilma Rousseff e a autora de novelas Gloria Perez anunciaram que estão com linfoma. Mas, você sabe o que é esta doença? Como ela se inicia e qual o tratamento mais eficaz?
“A população precisa ter mais informações sobre o linfoma, pois, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), 12% dos brasileiros conhecem a doença e apenas 6% são capazes de identificar um ou outro sintoma”, alerta Dr. Ricardo Chiattone, hematologista do Hospital Bandeirantes que, na entrevista abaixo, esclarece tudo que envolve a doença.
 

O que é linfoma?

É um tipo de câncer que afeta os gânglios (linfonodos) do sistema linfático, responsável pela defesa natural do organismo contra infecções.
 

Quais são os sintomas da doença?

O sintoma mais importante é o aumento do gânglio, principalmente no pescoço, axilas, virilha e abdômen. Mesmo com o inchaço, a pessoa não sente dor ou incômodos maiores. Alguns também têm febre, principalmente à noite, coceira e perda de peso.
 

Como é o diagnóstico?

Não é muito fácil, pois o inchaço pode ser a reação a uma infecção. O correto é ir ao médico ao se perceber esta alteração nos gânglios para que exames físicos e por imagem, como raio X, possam identificar a doença o mais rápido possível.
 

Qual o tratamento?

Quimioterapia com ou sem a radioterapia, dependendo do estágio da doença. Em alguns casos, há a necessidade de transplante de medula.
 

A doença é mais comum em homem ou mulher?

Em ambos os sexos e a partir dos 15 anos, sendo mais comum entre os 25 e 30 anos.
 

O risco de morte é grande?

Infelizmente sim, pois as pessoas não sabem identificar a doença e retardam a ida ao médico. Quando o diagnóstico acontece, em muitos casos, o linfoma está em estado muito adiantado. 

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.229.122.219 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)