Hora certa:
 

  • Breda

Atualidades

Nutricionista fala sobre os alimentos que ajudam na hidratação

O verão é a estação mais quente do ano e manter a hidratação nesta época é fundamental. Consumir água neste período é importante para a boa funcionalidade de algumas funções do organismo como, por exemplo, o transporte de nutrientes para as células, a circulação do sangue, a respiração, entre outros. Mas, não é só a água que tem essa função de hidratação, existem alguns alimentos que também podem ajudar.

Priscila Moreira, Nutricionista e conselheira do Conselho Regional de Nutricionistas 3ª Região SP/MS (CRN-3), revela que o teor líquido dos alimentos, que vem através de umidade, pode contribuir para a hidratação. "Em frutas e vegetais, essa umidade contribui para a hidratação, não somente devido ao seu teor de água, mas também pela presença de minerais que contribuem para o equilíbrio hidroeletrolítico, diminuindo o risco de desidratação e de edemas", explica.

Como exemplo de alimentos ricos em líquidos temos: Nabo cru (94%), chuchu cru (95%), abóbora moranga (96%), tomate cru (95%), pepino cru (97%), rabanete cru (95%), alface crespa (96%), abacaxi (86%), laranja pêra (90%), morango (92%), melancia (91%), melão (91%), tangerina ponkã (89%) e banana prata (72%).

Mesmo com sua contribuição no processo de hidratação, a nutricionista chama a atenção para a forma de consumo dos alimentos. "Apesar de tantos benefícios, o controle das porções é essencial, já que as frutas oferecem um teor de açúcar, que em excesso, podem gerar aumento da glicemia, dos triglicérides e da gordura corporal", pontua.

No verão, é preciso ter cuidado redobrado com a hidratação. Não espere sentir sede ou passar mal para ingerir água ou consumir alimentos de forma adequada. Sintomas como sede, tontura, cansaço e dor de cabeça, são alguns dos sintomas da desidratação. "Isso tem efeitos negativos sobre o funcionamento do corpo, que vão desde diminuição no desempenho de nossas atividades, até problemas por calor muito sérios que podem levar à morte", finaliza Priscila Moreira, conselheira do CRN-3.

Orientações para uma boa hidratação

• O consumo de água deve ser de 30ml a 50ml por kg de peso corporal, diariamente;

• Ingerir líquidos sempre antes da sensação de sede. A sede é um sinal posterior à desidratação;

• Consumir os alimentos que são ricos em líquidos.

Para a prática de exercícios

• Ingerir de 500ml de água livre pelo menos 2 horas antes do exercício;

• Aproximadamente 20 minutos antes da atividade física, ingerir 250 ml de água livre;

• Durante o exercício beba entre 200ml e 250ml de líquidos a cada 20 ou 30 minutos;

• Caso ocorra sensação de "peso no estômago" durante a atividade física, não fazer uma nova ingestão de líquidos, até a sensação desaparecer;

• Mantersempre uma quantidade de líquido no estômago;

• Após o exercício, deve-se continuar ingerindo líquidos para repor as perdas adicionais de água pela urina e suor, sendo 600ml de água.
 

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.238.7.202 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)