Hora certa:
 

  • Jornal SBC

Atualidades

37º CBAC E 10º CBCC LANÇAM PELA PRIMEIRA VEZ CAMPANHA DE DOAÇÃO DA MEDULA ÓSSEA

“Medula Óssea, quem precisa tem pressa” pretende aumentar o número de doadores no País
 
Os organizadores do 37º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas e 10º Congresso Brasileiro de Citologia Clínica juntamente com o Hemocentro de Goiânia e os patrocinadores lançam pela primeira vez a campanha de doação da medula óssea, que está programada para acontecer durante o Congresso. Denominada “Medula Óssea, quem precisa tem pressa”, a campanha tem o intuito de conscientizar de que existem muitas pessoas precisando de um doador de medula óssea e servirá, principalmente, para aumentar a lista dos doadores no Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (Redome). O 37° CBAC e 10º CBCC acontecem de 16 a 20 de maio deste ano, no Centro de Convenções de Goiânia (GO).
No evento será montado um espaço dedicado para receber os congressistas, expositores e palestrantes que tiverem interesse em fazer o cadastro para doação da medula óssea. Os candidatos devem ter entre 18 e 55 anos, apresentar boas condições de saúde e levar um documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação). Além disso, os interessados terão que preencher uma ficha com informações pessoais e também será coletado 5 ml de sangue  da veia do candidato. Esses são os procedimentos para fazer o cadastro de doador de medula óssea.
Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) são feitos por ano cerca de 1.800 transplantes de medula óssea no Brasil. Já o Instituto Nacional do Câncer (INCA) divulgou em 2008 que estavam na fila a espera de um doador aproximadamente 5 mil pessoas até julho de 2008 e a estimativa de novos casos de leucemias para 2010 era de 9.580 pessoas. Hoje, na lista do Redome estão cadastrados cerca de 1 milhão e 400 doadores.
 
Medula óssea
A medula óssea é um tecido líquido gelatinoso, encontrada no interior dos ossos, produz os componentes do sangue, incluindo as células brancas, agentes mais importantes do sistema de defesa do nosso organismo. O transplante da medula óssea deve ser feito nos casos de doenças do sangue como a Anemia Aplástica Grave, Mielodisplasias e em alguns tipos de leucemias, como a Leucemia Mielóide Aguda, Leucemia Mielóide Crônica, Leucemia Linfóide Aguda. No Mieloma Múltiplo e Linfomas, o transplante também pode ser indicado.

Quais as chances de se encontrar um doador compatível?
Estima-se que seja por volta de 35% entre doadores parentes e de 0,1% entre pessoas não aparentadas. A compatibilidade é medida pela semelhança de antígenos entre doador e receptor.
 
Quantos hospitais fazem o transplante no Brasil?
São 55 centros para transplantes aparentados e 14 para transplantes com doadores não-aparentados: INCA, HCFF da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Hospital de Clínicas da Universidade de São Paulo (HCUSP), Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HCUFPR), Universidade de Campinas (UNICAMP), Centro Infantil Boldrini de Campinas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Hospital Amaral Carvalho - Jaú/SP, Hospital Real Português-Recife/PE, Hospital Santa Marcelina-SP, GRAAC, Hospital São Paulo-EPM e Hospital Albert Einstein-SP/SP.
 
Quantos transplantes o INCA faz por mês?
A média é de dois transplantes com doadores não-aparentados. Mensalmente são realizados sete transplantes do tipo autólogo (de uma pessoa para si mesma) e com doador aparentado.
 
O que acontece depois do cadastro
Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é então chamado para exames complementares e, se tiver apto, começam os procedimentos para a realização da doação. O doador faz um rigoroso exame clínico para confirmar o seu bom estado de saúde. A doação é feita em centro cirúrgico, sob anestesia, e tem duração de aproximadamente duas horas. É retirada no máximo 15% da medula (tecido líquido gelatinoso). A retirada da medula óssea é feita através da bacia do doador e não causa qualquer comprometimento à saúde.
De acordo ainda com o INCA, morreram até o julho de 2008, cerca de 5.600 pessoas no País por não encontrarem um doador compatível. “Nós, do Congresso, desejamos que toda a sociedade se inspire no nosso exemplo, pois se todos trabalharmos juntos poderemos mudar a realidade daqueles que necessitam de um transplante de medula óssea”, diz o Presidente da SBAC, Dr. Ulisses Tuma.
 
Congresso
Estão programadas para acontecer cerca de 123 atividades entre elas workshops, palestras e mesas-redondas com profissionais renomados e acadêmicos conceituados do setor laboratorial. Os principais temas serão: Hematologia, Imunologia, Bioquímica, Microbiologia, Gestão Estratégica e da Qualidade, Biologia Molecular, Parasitologia e Especialidades Diversas. Paralelamente aos Congressos, o evento contará com uma área de exposição, na qual cerca de 100 empresas apresentarão as mais recentes novidades do setor laboratorial.
 
Serviço:
37º CBAC e 10º CBCC 
Data: 16 a 20 de maio de 2010 
Horário: 09h às 18h30 
Local: Centro de Convenções de Goiânia 
Tel: 62 3214 1005 
e-mail: comercial@qeeventos.com.br 
 
 

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.234.214.179 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)