Hora certa:
 

Noticias

“Laboratório a céu aberto”, modelo de rastreio de câncer em Piracicaba virará Centro de Pesquisa e produzirá dados

Ricardo Sales dos Santos é o novo diretor de Pesquisa da Fundação Ilumina - uma instituição filantrópica sem fins lucrativos, fundada em 2008, por iniciativa de médicos preocupados em promover a prevenção e minimizar os impactos do diagnóstico tardio do câncer. O projeto, instalado em Piracicaba/SP, propõe um modelo único no Brasil de rastreio ativo de câncer. A chegada de Sales vem ao encontro do objetivo da entidade que é o de se tornar referência mundial na prevenção oncológica por meio do rastreamento ativo populacional dos casos de câncer.

“No Brasil, existe uma escassez de programas de prevenção oncológica para rastreamento populacional. Existem modelos que avisam os riscos e espera-se que a população apareça nos centros médicos. Já víamos a importância de criação de novos modelos, mas o caos com a COVID-19 certamente intensificou a necessidade de inovar para identificar o câncer precoce e doenças crônicas durante e após a pandemia, com métodos ao alcance da atenção primária”, afirma Dr. Ricardo Sales.

Dr. Ricardo Sales atualmente coordena o serviço de Medicina Respiratória do Hospital Cárdio Pulmonar na Bahia, onde formou-se pela UFBA, fez Residência em Cirurgia Geral e Torácica e Endoscopia Respiratória pela Universidade de Campinas (UNICAMP), Cirurgia Minimamente Invasiva e Robótica nas Universidades de Pittsburgh e Boston, e Doutorado em pesquisa cirúrgica na Santa Casa de São Paulo.  O novo membro da entidade, que também é idealizador da plataforma Propulmão, projeto iniciado no Einstein e  dedicado ao rastreio do câncer de pulmão, chega para compor o Centro de Pesquisa, integrando todas as lideranças da Fundação Ilumina. Processos a serem implementados no Propulmão serão moldados também para os outros tipos de câncer.

“O resultado é conseguir devolver para a sociedade os desfechos esperados, ou seja, redução da mortalidade, redução de casos na fase avançada e metodologia para implementar modelos de rastreamento escassos no país. Com metodologia bem clara e dados estruturados é possível mensurar resultados e desfechos e, assim, é possível transformar a realidade do cenário do câncer, que tem um número expressivo de casos avançados, mais onerosos à sociedade e com piores desfechos”, explica o novo diretor de pesquisa da Ilumina.  “A cirurgia, preferencialmente realizada por métodos minimamente invasivos e robótica, constitui tratamento resolutivo para o câncer; contudo, somente a doença localizada pode ser alvo para os cirurgiões, enfatiza.

Sobre as tecnologias usadas para o rastreamento ativo, Dr. Ricardo Sales comenta: “As tecnologias atuais são centradas nos exames de imagem (tomografia do tórax de baixa dose) e exames endoscópicos (colonoscopia) mas, trabalharemos para que, em breve, tenhamos projetos com inteligência artificial e análise de biópsia líquida (DNA circulante e antígenos tumorais)”.

Seguindo todas as orientações do Ministério da Saúde e da Secretaria Municipal de Saúde, a Fundação Ilumina reiniciou já em maio, uma retomada gradual dos atendimentos presenciais no Hospital Ilumina. "Assim que foi decretada a quarentena, o Ilumina reduziu os atendimentos por duas semanas e, considerando que os casos de câncer tendem a evoluir e se acumular com o afastamento dos pacientes, passamos a nos posicionar como instituição de prevenção, nosso DNA, para o período pós-pandemia”, explica a presidente do Conselho Administrativo, Dra. Adriana Brasil, ao ressaltar que as atividades da Fundação continuam respeitando

O Centro de Pesquisas da Fundação Ilumina busca parceiros nas iniciativas privada e pública por meio de projetos colaborativos.  Os processos implementados no Propulmão poderão ser utilizados também nos outros principais tipos de câncer passíveis de rastreamento.

 

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 34.200.236.68 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)