Hora certa:
 

Noticias

O paciente entende o que o médico fala?

Palavras difíceis e nomes totalmente desconhecidos para leigos, a comunicação entre médico e paciente nem sempre é fácil. Às vezes podem ser as notícias que não são muito boas ou as informações que podem ser complexas demais, não importa. Os médicos e especialistas da área da saúde precisam ter o cuidado e preocupação na hora de falar com os pacientes.

A comunicação não é um ponto muito forte quando se trata da área de biológicas. Mas deveria ser assim? Claro que não! Por isso, os futuros médicos devem estar preparados para falar com seus pacientes, e o Jaleko, maior plataforma de streaming com conteúdos voltados aos estudantes de medicina, propõe o aprendizado e a reflexão. E o que os estudantes precisam aprender exatamente? 

Após fazer o exercício da escuta, com a anamnese, e o diagnóstico, é a hora de passar ao paciente tudo o que envolve seu estado de saúde. Mas e agora? Será que aquela pessoa leiga vai entender e, mais do que isso, confiar? O doutor Guilherme Pompeo, médico e professor do Jaleko, fala sobre esse importante passo da medicina.

Comunicação é a arte em que o profissional deve dominar a fim de ser capaz de explicar toda a situação da doença, perspectivas e possibilidades terapêuticas para o seu paciente. O diálogo, o contato pessoal e o saber escutar são essenciais para o atendimento.

 São inúmeros os benefícios que o diálogo e uma comunicação eficiente traz ao paciente, médico e, claro, ao tratamento, são eles: melhores diagnósticos, redução dos erros médicos, confiança no tratamento proposto, aumento do vínculo entre médico e paciente, redução de queixas, maior adesão ao tratamento, satisfação e melhor compreensão dos anseios, medos, questionamentos do paciente.

Cabe ao profissional médico estar aberto a falar e a ouvir, transmitir confiança e informações de maneira clara. Quando o paciente não se sente seguro para manter uma conversa, há uma dificuldade imensa na formação do vínculo, o que atrapalha a conduta médica. - Doutor Guilherme Pompeo, médico e professor do Jaleko.

Diante de tantos benefícios, os professores do Jaleko ainda indicam que para que isso aconteça, os futuros médicos devem ter escuta ativa, empatia, respeito e se livrar de julgamentos, melhorar a comunicação não verbal (expressões faciais, postura e olhar), evitar linguagens científicas e, sempre que possível, conceder materiais escritos com instruções.Sobre o Jaleko: Em 2011, antes de pensar em tempos de isolamento social, os médicos Lucas Cottini e Guilherme Weigert já pensavam a frente de seu tempo. Ainda estudantes, sentiam a necessidade do aprendizado moderno e prático. Diante de tantos problemas encontrados pelos então estudantes em relação à logística, desenvolveram o esboço de uma plataforma que entregasse tudo o que o aluno sentia necessidade em sala de aula. Com o passar do tempo, já como Jaleko, o projeto ganhou força, ampliou a atuação e se fortaleceu no mercado, sempre reafirmado o seu propósito de melhorar a saúde através da educação e tecnologia

 

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.227.247.17 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)