Hora certa:
 

Noticias

Sinais iniciais de Parkinson e Alzheimer podem ser confundidos com processo natural do envelhecimento

Na terceira idade, homens e mulheres devem manter uma boa rotina de idas ao neurologista. Pois, a incidência de doenças degenerativas, como o Parkinson e o Alzheimer, tornam-se mais frequentes em idosos. Quanto mais cedo o diagnóstico, maiores as chances de conseguir controlar e retardar o avanço desses problemas e, consequentemente, a expectativa e qualidade de vida podem aumentar.

“Na doença de Parkinson há uma morte de neurônios da substância negra que produzem dopamina e desempenham papel importante na manutenção do movimento motor. Na doença de Alzheimer há degeneração e morte de neurônios cursando com alteração progressiva das funções cerebrais, afetando a memória, comportamento, pensamento e capacidade de aprender", explica o neurologista, Dr. Willians Lorenzatto.

As duas doenças, em seus sintomas iniciais, podem ser confundidas com o processo natural do envelhecimento, por isso, exames clínicos e a avaliação de um neurologista são muito importantes. O Parkinson acomete o sistema locomotor, causando lentidão e rigidez muscular. O sinal mais característico que, muitas vezes, pode chamar a atenção do paciente e familiares para a procura de um especialista são os tremores. Enquanto, no Alzheimer, a perda de memória e a falta de entusiasmo na realização das atividades do dia a dia são os principais sintomas. Em ambos os casos, o quadro é progressivo e, com o passar do tempo, causa uma extrema dependência de terceiros.

No Parkinson, homens são os maiores acometidos. O inverso acontece na doença de Alzheimer. Além da idade, o fator genético tem influência nas doenças. Entretanto, a qualidade de vida do paciente, como a prática de exercícios físicos, boa alimentação e acompanhamento médico são necessários para retardar a progressão do quadro. “Em todas as doenças degenerativas essas práticas são importantes”, afirma Dr. Lorenzatto.

 

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.227.247.17 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)