Hora certa:
 

Noticias

Levantamento realizado pelo Hospital do Servidor Estadual revela aumento da ansiedade entre idosos durante pandemia

O Programa de Atenção ao Idoso (PAI) do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo (HSPE) realizou um levantamento que constatou aumento de 15,38% dos níveis de ansiedade de idosos nos últimos seis meses. De maio a outubro, foram monitorados, por telefone, 180 idosos que participam do PAI do HSPE.

O número de relatos positivos de ansiedade passou de seis para 33 no período. O cálculo da porcentagem, entretanto, segue uma lógica diferenciada. Em vez da conta matemática direta, os especialistas utilizam uma fórmula que mescla a proporção das respostas positivas de maio e outubro e a diferença de aumento entre os números obtidos nestes períodos.

A maioria das pessoas que participaram da pesquisa possui, na média, 76 anos. Todas receberam ligações telefônicas de profissionais do HSPE e foram questionadas sobre o seu estado emocional no período de isolamento social.

Numa análise segmentada, a comparação dos dados entre maio e outubro de 2020 apontou alta significante nas questões relacionadas a humor deprimido, como tristeza ou perda de interesse por atividades. O aumento de 10 para 23 relatos positivos de humor deprimido indicou aumento de 7,14%. Já os relatos de insônia intermediária, que é quando se acorda no meio da noite, subiram de seis para 15, um aumento de 4,95%, seguindo os cálculos diferenciados dos especialistas.

A referência para definir os níveis de ansiedade manifestados pelos idosos foram 21 questões da Escala de Classificação de Hamilton de avaliação de depressão (HAM-D 21), que aborda humor, insônia, atividades e ansiedade.

O resultado do levantamento mostra como o período pandêmico afeta a saúde mental dos idosos e isso preocupa os especialistas que afirmam que a solidão e o isolamento na velhice podem desencadear transtornos emocionais e distúrbios psicológicos.

Para a psiquiatra do HSPE Dra Heloísa Batistucci, além do isolamento social, que reforça uma quebra de vínculo do idoso com suas atividades externas, outros fatores também contribuem no aumento da tristeza e da ansiedade. A morte de alguém da família, a dependência destes idosos em razão de alguma doença e a perda da independência, são motivos que abrem portas para que os idosos se sintam mais inseguros, ansiosos, mal-humorados ou até mesmo depressivos.

"Observamos que, comparado ao primeiro contato realizado em maio, o aumento foi estatisticamente significante para humor deprimido, insônia intermediária e ansiedade. Isso enfatiza a importância do constante estímulo físico e psíquico dos participantes, bem como do convívio social, contribuindo para a manutenção da saúde como um todo", afirma o médico e especialista em Medicina Preventiva e Social Dr. Milton Morales Filho responsável pela avaliação e estudo realizado pelo Programa PAI.

Para a diretora do PAI, Dra Gilka Barbosa Lima Nery, sempre é necessário reforçar diferentes abordagens para manter os idosos ativos, como ações preventivas, atividade física, artesanato, yoga, oficinas de memória, teatro e canto. "O PAI, acompanhando os idosos e realizando atividades a distância, tem cumprido seu papel de agregar e dar suporte aos idosos nessa pandemia. A sensação de pertencer a uma comunidade e saber que há alguém que se preocupa com eles e dá amparo, é muito importante para a preservação da saúde dos idosos, pois a solidão pode levar à depressão", declarou a médica Gilka Nery.

Com o atendimento presencial temporariamente suspenso por conta da pandemia, os idososs que antes participavam presencialmente das atividades do PAI passaram a receber pelos celulares programações de videoaulas de educação física, inglês e foram convidados a participar de outras atividades, como Concurso de Poesia.

Sobre o Programa de Atendimento ao Idoso (PAI)

O Programa de Atendimento ao Idoso "Mário Covas" (PAI) foi inaugurado em junho de 2002 com o objetivo de estimular o envelhecimento ativo e saudável dos servidores estaduais aposentados. Atualmente, o PAI atende 185 idosos, com média de idade de 70 anos. O programa oferece atividades como: musculação, alongamento, dança, canto, teatro, oficina de smartphone, informática, artesanato.

 

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.235.185.78 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)