Hora certa:
 

Noticias

Hipotireoidismo não tratado na gravidez traz sequelas irreversíveis ao bebê

“Quando não tratado, o hipotireoidismo pode causar sérios problemas de saúde como a insuficiência cardíaca, por exemplo. Na gestante, quando não diagnosticado e cuidado, o hipotireoidismo levará à falta do hormônio da tireoide para o feto”, explica Dr. José Augusto Sgarbi, endocrinologista membro da comissão científica do 13° Congresso Paulista de Endocrinologia e Metabologia, COPEM, organizado pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo (SBEM-SP).

O desenvolvimento dos órgãos, que ocorre nas primeiras 12 semanas de gestação, depende dos hormônios da tireoide que vêm da mãe, já que o feto ainda não é capaz de produzir seu próprio hormônio. “Quando o bebê não tem o aporte necessário dos hormônios tireoidianos nesse período, as consequências para a saúde dele podem ser irreversíveis como alterações da cognição, diminuição do quociente de inteligência, defeitos da fala e até retardo mental”, ressalta Dr. Sgarbi.

Até 6% das gestantes apresentam hipotireoidismo. Portanto ao planejar a gravidez, deve ser feito o exame da tireoide, que consiste na dosagem do hormônio TSH. A mulher pode não ter hipotireoidismo fora da gestação, mas apresentá-la durante a gravidez, pois a tireoide pode não conseguir produzir todo hormônio necessário à mãe e ao bebê. O tratamento é feito com administração do hormônio da tireoide sem complicações para mamãe e feto.

As mulheres que já apresentavam o hipotireoidismo antes da gestação devem consultar o endocrinologista para adequar a dosagem de hormônio necessária durante a gravidez que em geral será aumentada.

O hipotireoidismo é uma doença causada pela diminuição ou falta do hormônio da tireoide no organismo. Os hormônios T3 e T4 da tireoide agem em todos os órgãos do nosso corpo, fazendo-os trabalhar no mesmo ritmo. Entre os sintomas mais comuns pela diminuição ou falta desses hormônios estão: desânimo, cansaço, tendência à depressão, cabelos ficam ressecados e caem, pele fica seca, unha fraca e quebradiça, há ganho de peso sem aumento de ingestão de alimentos, diminuição da concentração, prejuízo da memória e intestino preso.

O 13° COPEM vai tratar de medicina personalizada para o manejo de doenças tireoidianas. Também faz parte da programação o Debate Socrático sobre o tema controverso na pratica clínica: “Microcarcinoma papilífero de tiroide – operar ou observar?”, ocasião onde dois especialistas debaterão pontos científicos divergentes.

Horário: A partir das 8 horas. Local: Centro de Convenções Frei Caneca. Endereço: Rua Frei Caneca, 569 – Cerqueira César – São Paulo - SP
Informações: http://www.copem2019.com.br

SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.81.28.94 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)