Hora certa:
 

Noticias

Nova cirurgia para correção de escoliose chega ao Brasil

Uma nova técnica para a correção da escoliose, disfunção caracterizada por um desvio da coluna, chega ao Brasil, trazendo mais benefícios que os métodos convencionais, reduzindo incisões, evitando uso de enxertos ósseos para alguns perfis de pacientes e reduzindo os riscos de infecções.

Segundo o mestre em neurocirurgia pela UNIFESP, Dr. Alexandre Reis Elias, o procedimento se utiliza do mesmo equipamento e instrumentos já utilizados há anos, porém alterando a forma de acesso e manejo da estrutura vertebral. “Trocamos a via aberta de grande proporção por dois cortes menores próximos às extremidades da extensão da coluna, e excluímos a necessidade de cimento ósseo para fixação da coluna, especialmente em crianças com escoliose do tipo neuromuscular”.

O médico explica que embora possa ser utilizada também em adultos, no caso das crianças a calcificação da coluna é espontânea e natural, e elas levam mais vantagem no processo de fixação da coluna.

Para todos os casos, o procedimento leva em torno de duas a três horas, com melhor recuperação hospitalar, tendo índice de sucesso em mais de 100 casos já operados na França.

A Escoliose:

É uma curva anormal da coluna, fazendo com que haja uma inclinação para um dos lados quando olhamos o indivíduo de frente. Geralmente se desenvolve no padrão de uma letra "C" ou "S", a partir da região torácica ou em sua transição com a região lombar.

Pode também ser classificada como congênita ou associada a doenças neuromusculares e degenerativas. A maioria, porém, é identificada como idiopática, ou seja, de causa indeterminada. Pacientes jovens raramente têm dor nos casos de escoliose idiopática, mas adultos normalmente têm quadros dolorosos como o fator preponderante no panorama clínico.

O tratamento é feito com coletes ou cirurgia a fim de evitar a progressão da curva, especialmente quando a alteração é visível, comprometendo a imagem e autoestima do paciente.

Para entender sobre esta e demais doenças da coluna, acesse o Guia da Coluna Vertebral: http://bit.ly/2AnXyf7

 

SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.81.28.94 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)