Hora certa:
 

Noticias

Brasil participa do Dia Mundial da Paralisia Cerebral pelo segundo ano consecutivo

Em 6 de outubro, mais de 64 países estarão unidos em torno do Dia Mundial da Paralisia Cerebral, data que foi instituída por pessoas com essa condição, familiares e organizações que lhes oferecem suporte em todo o mundo. Através do slogan Estamos Aqui, os países buscam dar visibilidade às pessoas com paralisia cerebral, lutando pelos seus direitos e pela conquista de espaço na sociedade.

No Brasil, o movimento é coordenado pela ONG Nossa Casa, primeira plataforma nacional destinada a traduzir o conhecimento científico sobre a Paralisia Cerebral e o AVC Infantil, ofertando informação de qualidade e acessível a todos.

Para marcar a segunda comemoração do Dia Mundial da Paralisia Cerebral no país, a Nossa Casa quer incentivar todas as crianças com deficiência a ocuparem parques e espaços recreativos para colocar em prática uma atividade fundamental para a infância: o brincar.

A ação conta com o apoio da Prefeitura de São Paulo e da Prefeitura de Campinas, que irão iluminar de verde alguns pontos das cidades – a cor representa a luta em prol da paralisia cerebral; do Projeto LIA – Lazer, Inclusão e Acessibilidade, um movimento nacional de pessoas que buscam difundir a importância da inclusão na diversão; do Catavento Cultural e do Parque da Mônica, espaços que abraçam a causa e que no dia 06 de outubro oferecerão entrada gratuita para crianças com paralisia cerebral.

A PC é a deficiência física mais comum na infância e, também, uma das menos compreendidas. Hoje, existem mais de 17 milhões de pessoas no mundo com essa condição e aproximadamente 350 milhões de familiares, amigos e apoiadores que estão envolvidos em seu apoio e suporte.

"O mais desafiador, talvez, seja o desconhecimento e a falta de informação que, em muitos casos, cria mitos e preconceitos que levam à exclusão social das crianças com paralisia cerebral. Muitas pessoas que vivem sob essa condição poderiam estar vivendo de forma completamente diferente se tivessem acesso às mesmas oportunidades e direitos de todo cidadão. É para isso que existe o Dia Mundial da Paralisia Cerebral: para reforçar a existência das pessoas com PC, para lutar pelos seus direitos e para tentar alcançar um mundo mais justo e igualitário", afirma Marina Junqueira Airoldi, da Nossa Casa.

Os sintomas decorrentes da Paralisia Cerebral (PC) permanecem por toda a vida e podem ou não estar associados a outras condições, como déficit visual, de aprendizado, de comportamento, epilepsia, entre outras. Ela se divide em cinco níveis, de acordo com a função motora, podendo interferir na capacidade de correr, andar e pular ou se estender a limitações maiores, em que o auxílio é necessário para praticamente todas as atividades realizadas pela criança.  

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.227.249.234 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)