Hora certa:
 

Noticias

Cirurgia bariátrica na terceira idade: é possível realizar o procedimento após os 60 anos?

A preocupação com a saúde e com o bem-estar é algo que ultrapassa qualquer barreira de idade. A obesidade, por exemplo, problema recorrente em 55,7% dos brasileiros (segundo dados do Ministério da Saúde), é uma realidade que afeta homens e mulheres de todas as idades.

“A expectativa de vida da população brasileira aumentou na última década e junto com ela, houve um aumento também no índice de obesidade entre os idosos”, explica o cirurgião bariátrico Thales Delmondes Galvão.

Um levantamento feito no ambulatório de cirurgia bariátrica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP), mostrou que 13,5% dos pacientes que esperavam pela cirurgia tinham 60 anos ou mais (média de 65 anos) e apresentavam, em média, três comorbidades.

É o caso da apresentadora Mamma Bruschetta, de 70 anos, que revelou recentemente que irá realizar a redução de estômago em breve. Ela, que atualmente pesa 130 quilos, tem o objetivo de ficar mais saudável, e espera melhorar a sua disposição e mobilidade para realizar as tarefas do dia dia.

Avaliação médica

O procedimento é liberado para pessoas acima dos 60 anos, contudo, o paciente deve ser avaliado com alguns critérios diferenciados. “Devemos ser mais cautelosos com pacientes dessa faixa etária, já que estão mais vulneráveis a certos tipos de doenças. O critério de avaliação, inclusive, deve ser maior para qualquer tipo de cirurgia, e não só com a bariátrica”, explica Dr. Thales.

O limite de idade para a cirurgia bariátrica, no entanto, vem aumentando. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica (SBCB), um comparativo vem sendo realizado nos últimos dez anos, levando em conta a expectativa de vida dos pacientes e o número de casos de obesidade - 16% das mulheres com mais de 65 anos e quase 9% dos homens a partir da mesma idade são obesos graves.

Critérios para indicação
<a href="http://www.obagh.com/">www.obagh.com</a>
Fica a critério de cada médico a avaliação individual de pacientes mais velhos, considerando os riscos e os benefícios de cada caso. No entanto, de acordo com o Dr. Thales, em grande parte das situações os benefícios são maiores do que os malefícios.
“Os resultados em termos de perda de peso, solução de doenças associadas e índice de complicações acabam sendo semelhantes aos da população mais jovem”, explica o médico.

Durante a avaliação, deve haver uma conversa entre o profissional e o paciente para decidirem o método mais apropriado. De acordo com o cirurgião, os benefícios do procedimento devem ser estudados com mais profundidade e a equipe multidisciplinar no processo se torna ainda mais importante.
“Entre os requisitos para a indicação ou não da cirurgia bariátrica no idoso, deve ser levado em conta o quanto o emagrecimento pode contribuir para a melhoria dos aspectos funcionais do paciente”, finaliza Dr. Thales.

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 18.205.176.85 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)