Hora certa:
 

Noticias

Apneia Obstrutiva do Sono: como tratá-la

Um dos distúrbios do sono mais comuns é a Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS), uma doença crônica, evolutiva caracterizada pela obstrução parcial ou total das vias respiratórias. “Ela pode causar paradas repetidas e temporárias da respiração enquanto a pessoa dorme. Em indivíduos adultos, é considerada apneia a suspensão da respiração por 10 segundos em cinco ou mais episódios por hora de sono, o que resulta na redução dos níveis de oxigênio no sangue e pode acarretar em problemas sérios à saúde principalmente quando é considerada grave e não é tratada.”, explica a fisioterapeuta responsável pelo setor de Apneia do Sono do Grupo Microsom, Milena Faria.

Segundo pesquisa realizada com 22.518 pessoas pela Sociedade Brasileira de Neurofisiologia (SBNC), 45% da população brasileira dorme mal e 52% acordam cansados. Atualmente a apneia do sono é associada a diversos problemas de saúde, principalmente do coração, órgão que sofre maior sobrecarga por conta da síndrome.

Sintomas

Um dos principais sintomas da Apneia Obstrutiva do Sono, e mais comum, é o ronco, normalmente seguido por engasgos quando a pessoa fica sem ar e a sonolência diurna excessiva.  Essas interrupções na respiração levam à diminuição da oxigenação sanguínea e pode acarretar outros problemas de saúde como hipertensão, doenças cardíacas como o infarto, diabetes tipo 2 e até um derrame. Além disso, a pessoa costuma ter um sono agitado e acordar cansada e fadigada.

Entre os fatores de risco para o surgimento da apneia estão a obesidade, o tabagismo, o alcoolismo, problemas no nariz como desvio de septo, amígdalas e adenoides grandes, deformidades crânio faciais, língua grande, dormir de barriga para cima ou em alguma posição que o queixo fique projetado para trás.

Tratamento

Algumas medidas podem ajudar a amenizar a apneia como procurar manter um estilo de vida saudável, dormir bem, praticar exercícios físicos, não fumar e ingerir bebidas alcoólicas antes de dormir, evitar ingerir alimentos pesados antes de se deitar, dormir de lado e perder peso. Existem ainda alguns dispositivos que podem auxiliar na melhora do fluxo respiratório durante o sono como próteses orais e CPAPs.

SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.83.32.171 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)