Hora certa:
 

  • Probians

Sociedades

SBN recomenda cuidados com a coluna no ambiente de trabalho

A Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN), organização não governamental sem fins lucrativos e uma das cinco maiores associações do mundo, alerta sobre os riscos e consequências das dores na coluna para a saúde do trabalhador, devido à proximidade do Dia Nacional da Prevenção de Acidentes do Trabalho, celebrado em 27 de julho. Nacionalmente, a principal razão para a dor na coluna é a hérnia de disco vertebral, que tem como consequências dores nas costas. Dores de origem muscular são secundárias à fadiga dos músculos das regiões lombar, dorsal e do pescoço. Os sintomas dolorosos são semelhantes entre si e se diferem devido às causas, denominadas etiologias das doenças. O que determina se a dor é aguda ou crônica é o período de tempo da sensação de incômodo.

As causas das dores agudas mais comuns são secundárias a contraturas, distensões e entorses musculares. A duração desse tipo de dor é geralmente limitada a poucos dias, a duas semanas, no máximo. Já as dores originadas da coluna costumam ser recorrentes e crônicas com a duração de meses a anos. Dores crônicas na coluna são comuns com avançar da idade. O processo de envelhecimento do corpo inicia para todos entre os 25 a 30 anos. No entanto, há fatores que contribuem para a presença de dores permanentes na coluna, tais como o levantar de pesos em excesso, movimentos repetitivos, obesidade, sedentarismo, entre outros. Esses são os denominados fatores etiológicos adquiridos.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), recomenda-se que, para obter o bem-estar físico, psíquico e social, é necessário ter uma vida saudável. Bons hábitos pessoais, alimentação adequada e horas suficientes de sono previnem o estresse e as doenças. Atividades físicas são fundamentais na prevenção dos sintomas das dores musculares e na coluna. Os exercícios físicos devem ser individualizados para cada pessoa, levando em consideração a idade, possíveis limitações motoras, disponibilidade de tempo e os recursos para a ação.

Durante o trabalho, a coluna vertebral deve manter as curvaturas fisiológicas e permanecer na posição ereta. Exemplos de medidas para evitar dores musculares e na coluna são: ao levantar um peso do chão, flexione os joelhos; ao colocar um objeto em uma prateleira alta, use um banco ou escada; na presença de lombalgia, não levante pesos maiores do que 5 a 10% do seu peso corpóreo.

Nesse contexto, a postura adequada para cada função profissional é a medida mais importante na prevenção das dores articulares e na coluna. Móveis adaptáveis e reguláveis de acordo com a função profissional e as características do biótipo de cada indivíduo devem ser respeitados. A postura durante o trabalho deve ser alternada entre as posições: sentado, de pé e o caminhar.

O trabalho prolongado diante de um computador, por exemplo, provoca dores nas articulações e na coluna quando a postura correta não é respeitada. 

 

SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.235.107.209 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)