Hora certa:
 

  • Jornal SBC

Sociedades

Agosto: mês da Esclerose Múltipla: ABN realiza uma série de ações em Brasília para alertar a população sobre a doença

De 24 a 30 de agosto, neurologistas se reunirão, sob a frente de três coordenações diferentes, para encontros com pacientes, cuidadores e o público leigo em geral, visando esclarecer dúvidas sobre a doença, além de alertar para a necessidade do tratamento precoce e multidisciplinar. Estão programadas, entre outras atividades, sessões práticas com fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, educadores físico, psicólogos e alunos das Ligas Acadêmicas de Neurologia. As aulas acontecerão no Hospital Regional de Taguatinga, Hospital Universitário de Brasília e Hospital de Base do Distrito Federal, coordenadas pelos Drs. Cicero Araruna. Luciano Talma, Karina Alécio, Carlos Tauil e Ronaldo Dias Maciel, ambos do Base, respectivamente.

O público geral contará com um evento na proximidade da Farmácia de Dispensação de Medicamentos de Alto Custo, na saída da Rodoviária de Brasília, sob a supervisão da dra. Karina, além dos residentes de neurologia e de ligas estudantis de neurologia. Destaque para a esclerose múltipla na infância e adolescência, que resguarda uma série de particularidades. Visando abranger estes aspectos e chamar a atenção para estas diferenças, sob a coordenação da dra. Ludmila Uchoa, haverá encontro, aberto ao público leigo, no Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB), em 26 de agosto, a partir das 19h30. 

No último dia, 30, Relojes hombre os profissionais envolvidos participarão de uma atividade no Parque da Cidade, com pequenas aulas demonstrativas sobre os cuidados com a EM. “Em nossas aulas, traremos informações atualizadas aos médicos e profissionais da saúde que atuam nesta frente. Já nas reuniões com o público falaremos sobre o que é a doença, como diagnosticar e como buscar o tratamento”, explica dra. Elza Dias Tosta, ex-presidente da ABN e coordenadora regional da campanha.

Dra. Elza conta que terá a participação de médicos neurologistas que se dedicam especialmente aos cuidados de portadores desta patologia desmielinizante - inflamatória e degenerativa, prevalente em pessoas do gênero feminino e jovens. Além disso, a Associação de Pacientes que portam a doença também está convidada a participar.

Direitos

Existem diversas leis que beneficiam as vítimas da Esclerose Múltipla. Entre elas, o uso de carros adaptados, o acesso aos medicamentos de alto custo e terapias, conforme portaria nº 1.323, de 25 de novembro de 2013, do Ministério da Saúde. “É importante conhecer os seus direitos e aproveitá-los de modo que favoreça sua qualidade de vida”, completa dra. Elza.

No blog da Sociedade de Esclerose Múltipla de Brasilia Blog destinado aos portadores de Esclerose Múltipla em Brasília (SEMBRA-DF), é possível se informar sobre os benefícios que a legislação proporciona. Veja em http://sembradf.blogspot.com.br/

A Esclerose Múltipla atinge de 15 a 20 habitantes entre 100.000. Afeta principalmente os jovens de 20 a 40 anos, tendo predileção pelas mulheres. Trata-se de uma inflamação no sistema nervoso que deixa múltiplas lesões endurecidas semelhantes a cicatrizes, podendo evoluir para deficiências motoras, da coordenação, da visão e do equilíbrio.

Sua causa ainda é desconhecida, mas sabe-se que fatores genéticos e do ambiente podem determinar seu aparecimento. Um dos maiores problemas da doença é que seus sintomas são facilmente confundidos com os de outras e o diagnóstico precoce é extremamente importante para que possa ser controlada.


 

 

SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.233.219.101 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)