Hora certa:
 

  • Seval outubro 17 NOVO

Sociedades

No Dia Nacional do Endocrinologista SBEM-PR lamentou crise ética no exercício da profissão

Uma sexta-feira especial para a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM). Em 1º de setembro foi comemorado o Dia do Endocrinologista. Há algum tempo que a SBEM vem batalhando pela oficialização da data, cujo autor do Projeto de Lei é o Deputado Jorginho Melo (Nº 6566 de 2016) que institui oficial o Dia Nacional do Endocrinologista. O projeto foi aprovado na Comissão de Cultura, agora está na Comissão de Constituição e Justiça esperando designação de relator, Última fase do processo. Depois de passar pela comissão ele tramitará na Câmara e, depois de aprovado, o projeto vai ao Senado.

A data coincidiu com a fundação da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, que em 1º de setembro completou 67 anos de história. Terceira no mundo em sua especialidade, a entidade conta com cerca de quatro mil associados no país. Reconhecidos por cuidarem de doenças como obesidade e diabetes mellitus – as duas maiores epidemias do mundo –, os médicos endocrinologistas vivenciam uma crise ética, com o exercício ilegal da profissão. Além de comprometer o trabalho de profissionais sérios, a realidade coloca em risco a saúde da população.

História

Fundada sob o nome de Sociedade de Endocrinologia e Metabologia do Rio de Janeiro em 1º de setembro de 1950, a SBEM foi transformada em Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia após démarches entre a Sociedade do Rio de Janeiro e Endocrinologistas de São Paulo, com nome sendo adotado oficialmente em 1954. O Paraná havia fundado em 1957 a Sociedade de Endocrinologia e Nutrição do Paraná e foi posteriormente incorporada como Regional, tendo seu nome alterado oficialmente para SBEM-PR em 1965. A SBEM nacional seguiu sua expansão com as regionais Rio Grande do Sul (1958), Pernambuco (1958), Minas Gerais (1958) e Bahia (1965).

Atuação profissional

No consultório os endocrinologistas são reconhecidos por cuidarem de doenças como obesidade e diabetes, mas a área de atuação desses profissionais é bem mais ampla. Alterações menstruais, doenças da tireoide, reposição hormonal masculina e feminina, colesterol e triglicerídeos, osteoporose, excesso de pelos, distúrbios relacionados ao crescimento e desenvolvimento da criança são algumas das muitas doenças que o endocrinologista trata.

O endocrinologista é o profissional habilitado para diagnosticar, tratar e acompanhar as doenças que afetam o metabolismo, sendo capaz de interpretar as variações hormonais que acontecem durante a vida, atuando na prevenção de muitas doenças. “A avaliação do endocrinologista pode evitar o uso indiscriminado de hormônios, dietas e tratamentos farmacológicos que podem colocar em risco a saúde dos pacientes”, afirma a endocrinologista Silmara Leite, presidente da SBEM-PR.

Crise ética

Se por um lado o dia 1º de setembro é dedicado à comemoração, o momento é delicado para a especialidade. A SBEM-PR revela-se preocupada com aspectos que fogem à ética profissional, como o exercício ilegal da profissão, a prescrição indiscriminada de hormônios para pacientes sem indicativo de insuficiências ou doenças hormonais, além da popularização de cursos rápidos ensinando profissionais de outras áreas da saúde como prescrever hormônios a pacientes que buscam por melhoras estéticas, desconhecendo os riscos que isso pode trazer à sua saúde. “A SBEM Paraná criou a Comissão de Ética e de Defesa Profissional - CEDEP para investigar, tratar e penalizar estes casos, ao lado do setor jurídica da SBEM-PR e vem denunciando ao Ministério Público, para que possamos dar um fim às aberrações que tem acontecido nessa área”, destaca Silmara Leite.

 

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 54.156.92.243 | CCBot/2.0 (http://commoncrawl.org/faq/)