Hora certa:
 

  • Jornal SBC

Sociedades

Movidos pelo Coração chega a Campinas/SP com exames gratuitos, manobras de ressuscitação, orientações médicas e apresentações e oficinas culturais

O Cardiômetro da Sociedade Brasileira de Cardiologia – SBC – irá registrar até o final do ano cerca de 400 mil mortes por doenças cardiovasculares no país. Os dados, publicados no www.cardiometro.com.br, são atualizados com base em um programa de previsão estatística com a metodologia desenvolvida pela entidade. Para a cidade de Campinas/SP, que acontece em 9 de novembro, a estimativa da SBC é de cerca 2 mil mortes até o final do ano por doenças cardiovasculares e na região metropolitana cerca de 6,4 mil óbitos.

“São mil pessoas que perdem a vida todos os dias no país. É o mesmo que cinco aviões lotados caírem diariamente sem deixar sobreviventes”, compara o diretor de Promoção da Saúde Cardiovascular, Fernando Costa. “É uma verdadeira epidemia evitável e precisamos combatê-la com informação qualificada”, completa. Fernando Costa destaca dado publicado, recentemente, na Diretriz de Prevenção da SBC revelando que se as pessoas praticassem exercícios físicos com regularidade, os óbitos por doenças do coração cairiam em 15,8% para homens e 15,2% para mulheres. “Se os exercícios forem associados ao controle do colesterol elevado, evitar o estresse e uma alimentação saudável, a redução pode chegar a 80%”, orienta.

Os números talvez possam ser um pouco maiores, mas a entidade sempre faz o cálculo de forma conservadora. Em dois anos as mortes por doenças cardiovasculares cresceram quase 10%. “É muita coisa. Precisamos investir ainda mais em prevenção e no combate aos fatores de risco para o coração. Para os pacientes com hipertensão, colesterol elevado e diabetes, por exemplo, jamais abandonar o tratamento e ir ao médico com regularidade”, defende o presidente da SBC, Oscar Dutra. As doenças do coração matam duas vezes mais que todos os tipos de câncer, 2,5 vezes mais que os acidentes e mortes decorrentes da violência e 6 vezes mais que as infecções, incluídas as mortes por Aids.

O Movidos pelo Coração é o maior movimento nacional de combate às doenças cardiovasculares e está percorrendo as capitais do país com ações culturais em mídias sociais e em locais públicos. A iniciativa promove, por meio da arte, informações sobre os fatores de risco para o coração, como hipertensão arterial, colesterol elevado, diabetes, tabagismo, obesidade, sedentarismo, entre outros. As ações envolvem treinamento em emergências cardiovasculares, para salvar uma pessoa com parada cardíaca, aula de fitness, medição glicemia, colesterol, circunferência abdominal e aferição de pressão arterial, além de atividades culturais, com apresentações teatrais, trio de jazz e apresentação de orquestra, todos com a temática da prevenção. “Os fatores de risco para o coração são conhecidos há anos e precisamos amplificar a mensagem para que a população esteja a cada dia mais conscientizada e engajada. A arte tem a capacidade de envolver e emocionar”, explica Fernando Costa.

O Movidos pelo Coração é apresentado pelo Ministério da Cidadania e pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com o patrocínio da Sanofi e realização da Malagueta Live Brand.
 
 

Artigos

ver tudo

Banner SBH

Banner Snifbrasil

Banner DPM


SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 3.93.75.242 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)