Hora certa:
 

  • Benicar

Sociedades

Sociedade Brasileira de Dermatologia divulga guia com orientações sobre o uso correto de unhas em acrigel

O alongamento das unhas em acrigel se tornou tendência entre mulheres de todas as idades, mas não são todas que podem fazer este tipo de procedimento. Apesar de ser aparentemente simples, ele exige cuidados especiais. Para orientar a população sobre o caminho para ter beleza e saúde na ponta dos dedos, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) elaborou um guia que oferece orientações importantes para quem pensa em fazer essa aplicação.

O documento, disponível no site da SBD, traz recomendações em linguagem clara e objetiva que cobre todas as fases do processo do alongamento: desde antes de fazer o procedimento, passando pela sua manutenção até a hora da retirada. Por exemplo, os médicos dermatologistas lembram que o uso de unhas em acrigel não é indicado para pessoas alérgicas aos componentes usados no produto, com a pele sensível ou que tenham psoríase da unha ou alguma infecção ou micose.

Orientação - Esse procedimento também não é recomendado para gestantes, pessoas com diabetes, pacientes em tratamento contra o câncer e menores de 16 anos. Outra orientação que o guia ressalta é que a pessoa interessada em fazer o alongamento das unhas deve buscar informação junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre a situação de regularidade do produto a ser utilizado. Da mesma forma, deve estar atenta ao profissional que a acompanhará. É importante que ele tenha formação adequada e cumpra as regras de higiene e segurança em saúde.

O guia, elaborado pelo Departamento de Cabelos e Unhas da SBD, supre uma importante lacuna ao oferecer à população parâmetros de cuidados referenciados por médicos dermatologistas que conhecem a fundo o trato com as unhas. Aliás, este é um ponto ressaltado: os interessados em alongamentos devem consultar um especialista antes de fazer a aplicação.

Dermatologista - "Antes de tudo, o ideal é consultar um médico dermatologista e verificar se você pode fazer o procedimento ou se tem algum fator de risco. Todas as dúvidas devem ser esclarecidas com um especialista para evitar problemas decorrentes da incorreta utilização desse tipo de unha. Além disso, se, em qualquer tempo, você perceber sinais de desconforto ou adoecimento o dermatologista deve ser consultado", ressalta o guia da SBD.

Esse cuidado pode evitar situações como o surgimento de doenças que, sem tratamento, podem levar a situações extremas. Como foi o caso de uma moradora do Rio de Janeiro que foi obrigada a amputar parte de um dedo por conta do surgimento de uma infecção. O caso, que ganhou grande repercussão na imprensa e nas redes sociais, confirma a importância dos cuidados em todas as fases de um procedimento estético, desde os mais simples até os mais complexos. 

SnifDoctor é uma publicação

(11) 5533-5900 – dpm@dpm.srv.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim SnifDoctor é de responsabilidade de cada um dos colaboradores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial sem a expressa autorização da DPM.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail editor@snifdoctor.com.br. Qualquer problema, ou dificuldade de navegação poderá ser atendido pelo serviço de suporte SnifDoctor, pelo e-mail dpm@dpm.srv.br

Seu IP: 34.228.229.51 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)